Publicação

  Em 2005 a LTWA (Library of Tibetan Works and Arquives) publicou em lingua inglesa o livro de Tiffani
"Life and Thangka" que conta sobre o significado de thangka atraves de suas próprias experiencias.

Em 2008 ela traduziu em português e publicou independentemente.
Vende no seu site e algumas lojas.
Para encomendar o livro em português, escreva para tiffanihr@gmail.com.
Preço: R$20,00 + frete

O livro em inglês pode ser adquirido pela Paljor Publications

In 2005 LTWA (Library of Tibetan Works and Arquives) published "Life and Thangka", Tiffani's book who tell us about thangka through her own experiences.
In english, the book can be bought at: Paljor Publications




"O livro de Tiffani, Vida e Thangka, me surpreendeu imensamente. Quando o recebi, sabendo da juventude da autora,
imaginei o livro de uma escritora principiante. Para meu encanto, ele une simplicidade, graça, sabedoria, e informações extremamente interessantes
." - Lya Luft, escritora, 2009


" O livro de Tiffani é bárbaro porque é simples e direto e com uma naturalidade que faz nos pensar que realmente tudo é muito fácil... mesmo não sendo realmente assim... ela é naturalmente livre, solta, leve e com uma inigualável forma de se locomover neste fogo no planeta agua como se terra  fosse ar. Recomendo.." - Elizethe Borghetti, artista plástica, abril 2009


"Como um Buda vivo, a mera presença de um templo sagrado irradia as quatro qualidades incomensuráveis e as seis perfeições. Enquanto compaixão alivia a dor e aponta rumos de elevação. Enquanto amor, ressoa com o que de mais elevado temos e alimenta nossas melhores qualidades. Faz surgir alegria e produz equanimidade, certeza, fé. Suas formas, de sua arte, de suas pinturas são produto da generosidade da sanga e dos mestres. Nada há ali que produza sofrimento ou engano aos seres por isso a moralidade e disciplina são perfeitas.
A irradiação dos Budas surge como o silêncio contundente e a paz envolvente que alivia e comove a todos. Não flutua, não tem hora, não escolhe a quem, sua energia constante beneficia incessantemente a quem se aproximar. Sob sua proteção nossa mente se concentra e a meditação surge naturalmente.
Como suas formas são vazias das formas que nelas vemos, entendemos a vacuidade. Como é desse vazio luminoso que vemos as formas surgindo como reais em si mesmo, entendemos a magia da ilusão do samsara e nos libertamos da obscuridade da mente. Assim prajna aflora naturalmente. O Buda está vivo, a magia das formas é seu siddhi supremo.
 O templo vivo explicita, traz para a experiência da energia e mente dos seres a presença dos ensinamentos e dos mestres. Revela a sabedoria que estava oculta internamente em cada um apresentando-a como formas externas. Produz elevação. Comunica com a sabedoria oculta em cada um. Desperta os seres por desvelar a sabedoria que estava oculta internamente a eles mesmos. Comove.
 O artista é a emanação do aspecto de ação dos Budas, capaz de produzir a materialização da sua presença viva na forma dos templos. Manifesta o poder da arte como meio de trazer benefício aos seres.
 A Tiffani é um exemplo perfeito disso. A arte sagrada não surge para ela como uma técnica, mas é uma forma de vida, a própria manifestação do caminho espiritual. Ela tem esse desígnio impresso desde sempre. Nem é necessário explicações para seguir esse caminho e nem há dúvidas. A busca e o encontro dos mestres é natural, sem esforço.
 Quando essa certeza está presente, o céu se move, dá sinais muito claros e os caminhos todos se abrem na forma de oportunidades e recursos.
 Vocês verão um texto delicioso onde a Tiffani narra seu trajeto até os dias de agora onde ela dirige os trabalhos das pinturas e finalização do templo do Caminho do Meio, em Viamão RS. Há muitas etapas lindas e surpreendentes nesse percurso de sua vida até agora, passando por países longínquos, mestres surpreendentes e pessoas brilhantes e profundas. O fio que une essas etapas todas é a natural certeza de caminhar para trazer benefícios aos seres e para honrar seus mestres. Sua beleza serena, seu brilho e energia incessantes vêm disso.  A Tiffani é uma praticante, o Darma está imerso nela."

- Lama Padma Samten        Viamão RS - Julho 2008
(Alfredo Aveline)
CEBB Caminho do Meio,
www.caminhodomeio.org


 

 

1