bio/existência
english

Tiffani H. Gyatso nasceu em 1981 e cresceu no interior de SP numa comunidade criada pelos seus pais. Na adolescência viveu em um veleiro em Ilhabela. Depois de muita água, passou meio ano na Austrália e viveu em uma tribo de aborígines no deserto. No ano de 2000 fez uma peregrinação de carro cruzando a Rússia da Alemanha até a Mongólia onde ela viu a arte de thangka pela primeira vez e decidiu seguir esse caminho sagrado para atingir suas próprias ânsias espirituais. Antes de poder se entregar aos estudos, teve que voltar ao ocidente, onde trabalhou e estudou design gráfico em Munique, Alemanha. Em 2003 se mudou finalmente para Dharamsala, norte da Índia, lugar de exílio de SS o Dalai Lama. La ela foi aceita como primeira estrangeira no Instituto Norbulingka (www.norbulingka.org) onde estudou e trabalhou até março de 2006. Retornou então ao Brasil para ter seu filho que nasceu em outubro do mesmo ano. O pai tibetano, Kelsang, juntou-se com ela e seu filho. Vivem juntos em Viamao, Rio Grande do Sul no Centro budista CEBB dês de setembro 2007 onde Tiffani realiza as pinturas do templo de 400mt2 de Lama Samten (www.caminhodomeio.org)

Tiffani obteve variado conhecimento nas técnicas de pintura de uma maneira não muito convencional. Seus professores foram e são 'livres espíritos' que cruzavam seu caminho e a ensinavam muito do que sabiam. Além de praticar principalmente a arte iconografica do Tibet, ela pinta figuras abstratas inspiradas pelo seu mundo interior.

"Thangka é uma disciplina que necessito quando a arte contemporânea já esta me levando fundo demais. Os dois extremos me trazem o equilíbrio. Thangka é como pão e arte contemporânea é a água - porem apenas o pão, o alimento torna-se seco demais...e apenas a água, não te alimenta, necessito dos dois. Disciplina e liberdade. "

Para ler mais sobre a biografia clique aqui.


 

1